segunda-feira, 14 de novembro de 2011

karma is a bitch

Ela: Fez o que a L pediu?
Eu: Ainda não. Tive que digitalizar o processo.
 
Ela: Mas já tava digitalizado, tava na pasta!
 
Eu: Eu sei. Eu dei uma olhada lá, mas tava vazia, daí eu fui digitalizar.
 
Ela: Não é possível! Você viu no lugar certo? No Tributário? Eu fiz isso hoje, você viu errado.
 
Eu: Eu sei que é lá, eu vi na pasta do processo e não estava.
 
Ela: Não, você viu errado. Você sabe que o número mudou, né? *aponta a pasta do processo antigo*
Eu: Sim, eu sei. Mas tinha uma pasta com o número novo, eu vi nessa pasta e nela é que não tinha nada.
 
Ela: Mas é impossível, eu fiz isso hoje, tem certeza que era o número novo?
 
Eu: Cara, tenho. É o número 1111.11.11.111111-1, tinha uma pasta com esse número, ela estava vazia, eu peguei o processo, digitalizei e salvei nela.
 
Ela: Isso, eu já entendi, tá? *abre a pasta do processo que eu falei* Tá vendo, tá aqui!
 
Eu: Sim, mas foi o que eu disse, esse é o que eu acabei de salvar. Se você der uma olhada no horário da modificação do arquivo, vai ver que eu salvei ele aí agora, 13:30.
 
Ela: Ah, ótimo! Agora o arquivo que eu coloquei aqui desapareceu misteriosamente! Sumiu! A gente salva os arquivos na pasta e eles resolvem ficar de brincadeirinha e se esconder da gente.
 
Eu: Cara, eu não tô dizendo que você não fez, e também não fui eu que sumi com o arquivo. Às vezes você pode só ter salvo na pasta errada, não sei. Acontece. O que eu disse foi que quando eu abri a pasta, ela estava vazia, só isso.
 
Ela: Ai, tá muito difícil trabalhar assim, sabia? Muito difícil!
 
Eu: O que tá muito difícil, Fulana? Eu só disse que a pasta tava vazia, daí eu digitalizei. Eu nem reclamei disso nem nada, eu não tô dizendo que você fez errado, até porque por algum motivo pode não ter salvo na rede, acontece, eu só comentei.
 
Ela: Eu não tô reclamando do processo, Carol, eu tô reclamando de você! De uns dias pra cá você tem estado chata, grossa, tá sendo muito difícil trabalhar assim, não dá não!
 
Eu: Cara, de verdade, eu não vou discutir com você. Se é isso o que você quer achar, tudo bem.
 
Ela: Eu também não vou discutir com você, vou ficar na minha aqui.
 
Eu: Ok.

Nenhum comentário: