quinta-feira, 24 de novembro de 2011

it's not hard to fall

Eu só queria conversar um pouco contigo. Dividir as coisas que estão passando pela minha cabeça, porque tem doído demais manter tudo aqui dentro e lidar com isso sozinha. Eu queria te mostrar como é que eu estou me sentindo, o mundo através dos meus olhos, e como ele está feio agora porque eu estou horrível por dentro. E eu não te chamaria se não fosse importante. E eu não tentaria falar, se eu não estivesse desesperada por isso. Porque eu estou cansada de ter essas conversas comigo mesma, e sair delas pior do que eu entrei. Eu não me ajudo, e eu queria e deveria poder me ajudar. Eu só sinto que estou presa nisso tudo e que eu não vou conseguir mais sair. Eu queria contar pra você. Que eu sei que só eu posso me ajudar desse jeito, mas que eu gostaria de te ver por perto, de ouvir sua voz, só pra eu ter certeza de que eu não tô sozinha, de que tem alguém do meu lado. E que tu não desistisse de mim só porque parece que nada vai entrar na minha cabeça. Você sabe que entra. O problema é que quando eu estou assim, as coisas ficam mais difíceis pra eu entender. Eu só preciso que você me faça respirar fundo. Que você me traga de volta, às vezes. Porque eu já comecei a procurar ajuda pra isso, eu estou determinada a cuidar pra que isso não aconteça mais ou não piore, mas quando acontecer, por favor, não me deixa sozinha. Fala comigo. Me deixa saber que você está aí, e que você está do meu lado. Porque isso é tão importante. Porque às vezes parece que se você não estiver, ninguém mais vai estar. E eu só queria tirar esse peso de mim.
 
 
when you float like a cannonball

Nenhum comentário: