sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

the yellow brick road

cause tonight's the night the world begins again

'cause i don't need boxes wrapped in strings,
and desire and love and empty things.
just a chance that maybe we'll find better days


Semana retrasada e passada eu estava em São Paulo, e eu ainda vou falar mais sobre isso.
Hoje faz cinco dias que estou em Florianópolis, e eu ainda vou falar mais sobre isso.
Daqui a seis dias vou para Porto Alegre, e eu ainda vou falar mais sobre isso.

Mas agora, nesse exato momento, eu queria dizer que faltam 22h para o ano acabar, e que eu não terei outra oportunidade de escrever algo antes de 2011, se eu não sentar e escrever agora. Eu só queria contar pra todo mundo que todos os meus desejos para 2010 acabaram se realizando, mesmo que não tenha sido da maneira que eu idealizei e sonhei milimetricamente e cuidadosamente. Eu queria dizer agora, antes que ônibus parta, antes de eu ir dormir, antes de eu sair de escuna amanhã, antes de eu ir pra praia, que 2010 foi intenso do início ao fim. Que foi um tédio, que foi horrível, que foi irritante, que foi cheio de ansiedade, que foi cheio de espera, mas que foi feliz. Especialmente o final de 2010. Eu quero dizer agora, antes que eu fique sem mais tempo, que tudo isso valeu a pena, que as pessoas valeram a pena, que o meu choro valeu a pena. E não é só esse sentimento de nostalgia que sempre bate no fim do ano não, é de verdade. Eu só queria contar pra vocês que apesar de postar menos aqui, eu SINTO que REGISTREI mais as coisas. Registrei mais as pessoas, os momentos, os pensamentos, as lições, os lugares. Eu vivi, e guardei tudo dentro de mim, ainda que eu não tenha divido com vocês. E dependendo de quem você seja, de quem você for, é possível que eu tenha dividido com você sim, também. Eu estou feliz. Eu estou feliz eu estou feliz eu estou feliz. E continuo com essa vontade de ser feliz pra sempre, e de fazer as coisas caminharem pra isso, mesmo que seja tortuoso, mesmo que seja difícil, mesmo quando parece impossível. Eu quero contar que eu conheci pessoas maravilhosas esse ano, que eu me aproximei de pessoas maravilhosas esse ano, que eu mantive na minha vida pessoas maravilhosas esse ano. Quero contar que fazer um bolo colorido com Alex, Lih, Duds e Camis é divertidíssimo; que dormir em um albergue pra passar mais tempo com a Mylla no Rio é uma loucura fucking adorável; que uma tarde inteira e um início de noite com a Giu no Arpoador é uma coisa épica; que ficar mais de uma hora numa ligação pra Porto Alegre com a Júlia, que não gosta de telefone, e que ainda me manda como presente de aniversário um livro que eu gosto, é absurdamente amável; que sair do trabalho e ficar até tarde na casa da Diana, ou até tarde no trabalho do Shade, são coisas impagáveis e queridas demais. Que passar o meu tempo com eles, ou jogando videogame com o Fabi e o Dani e a Mayara é improvável e bizarro e feliz. Quero contar muitas coisas. Quero contar todas as partes boas e que eu nunca soube escrever aqui porque sempre foi tanta felicidade que eu achava que simplesmente não cabia aqui, e acho que ainda não cabe, mas eu vou tentar reproduzir metade disso, sim. Ainda faltam 22h para 2010 acabar. E eu estou esperando por isso também, e você pode acabar, 2010, mas você acabar não significa que a minha felicidade vai junto. Ela vai ficar, ela vai querer fugir, ela vai escapar por entre os meus dedos porque ela é mesmo arisca por natureza, mas isso vai durar alguns segundos apenas, porque eu vou continuar atrás dela nessa estrada de tijolos amarelos, e eu vou alcançá-la de novo, e a gente vai sempre brincar de pega-pega assim, e mesmo que 2011 tente me dizer que eu nunca vou conseguir alcançá-la de novo, eu sei que vou, eu sei que vou. Eu quero mesmo contar, antes que o ano acabe, que 2010 me deu tudo aquilo que 2009 não me deu. E eu nunca me senti tão feliz. E que eu sei que isso é só o começo.



Um feliz ano-seguinte para nós ♥
:*

3 comentários:

rafa disse...

eu fico tão feliz de te ver feliz HSAUASH <3 2011 vai ser amor, e vai ser bom.

Camis disse...

O que eu mais gosto do ano novo é esse poder mágico que ele tem de mudar as motivações dentro da gente apesar de ser só mais um dia comum. Teu post me inspirou super...
E confesso que meu nome ali no meu aqueceu meu coraçãozinho de forma intensa IAUHSDUIHAS
[]'s []'s []'s []'s []'s
Que vc tenha um 2011 lindo, Cah!
Beijo

Mylla disse...

E e eu quero contar que, enquanto tu dorme aqui do lado, eu tou pensando no quanto a tua presença na minha cidade, na minha casa, na minha VIDA me torna uma pessoa mais corajosa e aleatória e feliz.