domingo, 8 de agosto de 2010

e se não sim

- Hey, hey. Olha pra mim. No que é que você tá pensando?
- Que isso é o máximo que eu vou conseguir de você.
- Ah. (...)
- Que foi? Não me olha assim, foi tu quem perguntou.
- Eu sei. Mas é que eu sempre espero que seja outra coisa.
- Eu sei. Tu sempre sabe, e ainda assim tu sempre espera. Isso me ofende um pouco.
- ...
- Não vai perguntar por que me ofende?
- ... É que eu acho que sei.
- Ah. Ah! Não me surpreenderia mesmo se soubesse...
- É que tu acha que vai ser assim pra sempre...
- E tu acha que é só questão de tempo.
- Sim.
...
- Tá. Mas e se for pra sempre?
- Eu sei. Eu sei, mas e se não for?



Nenhum comentário: