quinta-feira, 3 de junho de 2010

um solo para Rachel Berry

Aí está você, garota. Sentada sozinha nas arquibancadas, secando os olhos com as costas das mãos o mais rápido que pode porque estrelas não choram em público. Você sabe que tem talento. Uma boa voz, embora um nariz não tão perfeito. Você não se preocupa com isso. Um dia você vai mostrar pra todos eles, mas enquanto isso não acontece, você se apaixona por um cara que não sente o mesmo por você, você se apaixona por um cara mais velho, você se apaixona por um cara que conheceu enquanto escolhia uma música. Você se apaixona tão rápido quanto limpa seu rosto, você quer que sua vida seja perfeita e pra isso alguém precisa estar ao seu lado. Você não quer só um rapaz para ser seu namoradinho de escola, você quer viver uma grande história de amor, um romance épico e inesquecível. Você acredita nesse tipo de coisa. Você quer desesperadamente esse tipo de coisa. Você é intensa, garota. Você é chata, controladora. Você é arrogante. Você é mimada. Você acha que sua opinião é melhor que a dos outros e que está sempre certa só porque pode cantar umas notas mais altas. Você é egoísta. Não para de falar um minuto sequer, e isso deixa todo mundo meio tonto e sem paciência. As pessoas estão constantemente querendo enfiar meias na sua boca porque tudo o que elas precisam é um pouco de paz. Você não tem amigos. Mas pelo menos você tem talento, você sabe. Um alcance vocal invejável, embora um cabelo cheio de raspadinha e ovos. O preço que se paga pela fama... O único problema é que você não é uma estrela ainda, você só é sozinha. Alguém que não consegue fazer as pessoas gostarem de você o suficiente para quererem estar por perto em momentos como esse. Momentos onde você senta sozinha nas arquibancadas para secar os olhos com as costas das mãos o mais rápido que você pode. Não te conforta saber que você tem aplausos no lugar de abraços. Toda essa compensação acaba contigo, garota. Você sabe que as pessoas só gostam de você quando você está cantando - e talvez seja por isso que você queira todos os solos.


Eu não te odeio, Rachel Berry. Nem quero enfiar uma meia na sua boca só porque você falou durante cinco minutos sem parar um segundo pra respirar. Tem coisas na sua vida que eu sou capaz de entender porque são coisas minhas também. Acho que é por isso que torço tanto por você; pra que você aprenda a ser feliz fora do palco como é em cima dele, pra que você pare de estragar todas as coisas que você ama só porque não sabe ser outra coisa além de sozinha. Vamos lá, Rachel! Limpa esse rosto e vai cantar, porque maybe this time you'll be lucky, girl.

9 comentários:

Pam Lima disse...

Sabe que eu odiei bastante essa guria, por um tempo. Mas desde os últimos epidódios eu queria muito que ela fosse real, não pra eucolocar uma meia na boca dela, mas pra que ela tivesse algum amigo. Sério.

Julia disse...

A Rachel tem momentos. Eu gostava muito dela no começo e só voltei a gostar há uns 3 episódios. Acho que os escritores finalmente pararam de desmedir a série e colocar episódios só sobre ela, e que isso ajudou.

Texto fofíssimo. :***

Juliana disse...

Texto legal. Gosto da Rachel desde o começo , uma mocinha cheia de defeitos como todo mundo , irritante, engraçada , carente , egoísta, de bom coração e com um Grande talento.

.cah. disse...

Rachel é uma das minhas preferidas. Tirando a voz, ela não tem absolutamente nada que seja agradável à primeira vista, e só tendo muita boa vontade pra ver alguma coisa legal além de toda aquela coisa de ser estrela e que acaba tornando-a egoísta. O engraçado na Rachel é que não fossem os defeitos com os quais a gente consegue se identificar, a gente sequer prestaria atenção dela. Rachel não é uma personagem tão carismática, e tem basicamente só defeitos. Não sei se consigo listar qualidades, relevantes e significativas, pra ela, sabe? Mas ela é tão sozinha que me quebra. Torço por ela sempre, hahaha. Não pra que sempre tenha um solo, mas pra que não se machuque tanto, e pra que não machuque as pessoas que ela gosta com esse jeito dela. Enfim, HAHAHAH. Rachel ♥

Obrigada pelos comentários, meninas. :*

.moony. disse...

eu gosto da Rachel, de um modo meio tímido de gostar, mas sei lá, nem vou falar dela agora. é só que eu fui lendo o post e me identificando tanto com ele, de uma forma tão dolorosa e, até certo ponto, reconfortante, que... sei lá.

"(...)pra que você pare de estragar todas as coisas que você ama só porque não sabe ser outra coisa além de sozinha."

.________.

.moony. disse...

ah, esqueci de dizer que o novo layout tá ~lindão~

:*

r. disse...

tu me deu vontade de assistir a série, sabe, só pra entender isso melhor, (:
e o layout tá muito lindo, eu gostei.

Morgana disse...

que nem a ultima pessoa comentou, me deu vontade de assistir só pra saber como tudo acontece.
e sim, esse lay está MARA.
(:

Luara Q. disse...

Voce escreve muito bem!