quinta-feira, 25 de março de 2010

she loves, she loves to dance in the dark

Hoje tirei o dia só pra mim. MP4 ligado o dia inteiro, volume alto, fones de ouvido. O bom de andar por aí com isso enfiado até os teus tímpanos é que as pessoas olham pra você e pensam duas vezes antes de te cutucar. No ônibus pra perguntar as horas, na rua pra pedir informação, no almoço pra comentar sobre qualquer coisa que você não dá a mínima. É bom, sabe? Pensar só na letra da música, só nela e em mais nada. Não fazer associações, não lembrar de ninguém, ouvir a música e sentir só música e cantar só música, sem raiva, sem saudade, sem mais nada. Meu momento apático. Aquele que eu me reservo o direito de ter pra não surtar, pra não gritar com ninguém, pra não perder a paciência. Olha que diplomática eu sou! Olha que amor de pessoa eu sou! Claro, há quem ache uma tremenda falta de educação ficar ouvindo música o dia inteiro e não dar atenção para a vida alheia, mas é só um dia. Um dia em que eu resolvi tirar férias do mundo sem que o mundo precisasse tirar férias de mim - e ele não precisava de férias de mim, hoje é dia comercial, cara! E agora que tomei fôlego de novo, acho que já posso voltar ao meu normal e parar de deixar as pessoas preocupadas só porque tirei o dia pra curtir minha música em silêncio.


Um comentário:

Celo disse...

É um bom jeito de falar foda-se calada xD
Como eu não tenho um mp4 eu costumo manda tudo se fuder mesmo ashudsahdsaudhuahudasd

;3