quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

elephant gun

O pôr-do-sol, o Arpoador, os olhos de Capitu, todos os cartões-postais do Rio de Janeiro numa noite de terça-feira, "eu vou acabar sumindo da tua vida", "não é como se eu tivesse mentido pra estar aqui", lembranças de uma tarde de Agosto, lua crescente e praia iluminada, a não-vontade de ir pra casa, a constelação de Orion reconhecida, a sensação de como era bom estar ali.


"Não posso mais continuar falando contigo sem fazer isso..."








Mas hoje choveu o dia inteiro.



Nenhum comentário: