quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

cause tonight's the night the world begins again

Aconteceu em dezembro do ano passado. Ele disse que eu deveria escrever - muito, demais. Escrever toda e qualquer brainstorm que me acordasse, que me atormentasse, ou mesmo que eu odiasse - ainda que o ideal fosse escrever as que me apaixonassem. Ele disse que escrever era válido, sempre, tudo.

O engraçado é constatar, revendo os posts daqui, que acabei escrevendo todas essas brainstorms que ele citou. As que me me acordaram no meio da noite, as que me atormentaram durante horas ou meses, as que eu odiei com todas as minhas forças, e especialmente as que me apaixonaram.  E depois de perceber isso, queria muito dizer que meu 2009 foi maravilhoso, ou mesmo tranquilo, mas se você leu ao menos parte desse blog, então talvez você concorde comigo que a maioria das brainstorms aqui compartilhadas são mais tempestade do que bonança.

Não foi um ano ruim. Já tive anos piores, já tive até dias que pareceram anos intermináveis e aterrorizantes. Dois mil e nove não foi um ano ruim, de forma alguma. Só não foi tão bom quanto podia ter sido, eu acho. Teve um mês maravilhoso e inesquecível - julho ♥ -, mas confesso que o resto foi completamente dispensável, salvo algumas pessoas e as situações nas quais estive com elas. Em 2009 faltou ver o mundo. Em 2009 faltou registrar o mundo, talvez. Faltou presença. Faltou abraço. Faltou até mesmo música, quando a música era necessária.

Para 2010, quero o que 2009 não me deu, e o que não consegui tirar de 2009. Quero um calendário de planos diários, e não uma contagem regressiva para conseguir uma corda de salvação. Aliás, quero que todos os dias sejam cordas de salvação. E quero, também,  as tempestades - eu sempre quero as tempestades -, pra enfrentá-las com uma capa de chuva, ou então com o peito aberto e a vontade de lavar a alma.

Feliz ano-seguinte, a quem possa interessar.
:*




'cause i don't need boxes wrapped in strings,
and desire and love and empty things.
just a chance that maybe we'll find better days



2 comentários:

r. disse...

Para 2010, quero o que 2009 não me deu, e o que não consegui tirar de 2009 [2] Um feliz ano-seguinte pra você tbm (:

Mylla disse...

Em 2009 faltou registrar o mundo, talvez. Faltou presença. Faltou abraço. Faltou até mesmo música, quando a música era necessária.

Novidade eu me identificar com o que tu escreve. Acho que essa é a minha maior meta pra 2010 - seguida de perto pelos brainstorms.

Espero que nosso reveillon juntas seja apenas uma das coisas incríveis do teu ano, corazon. ♥