sábado, 20 de junho de 2009

do disco arranhado

.de Clarisse

Hoje me apaixonei por ela. Não sei o que fazer.

Aconteceu comigo esses dias de eu andar sem saber, ao certo, pra onde estava indo. Fui parar do outro lado da cidade, em frente à escadaria onde nos beijamos pela primeira vez. Tive um déjà vu e achei que tivesse escutado sua voz, mas foi apenas impressão. Fiquei parada com as mãos nos bolsos, encarando meu all star e o segundo degrau, e o all star e o terceiro degrau, e o all star e assim por diante. No topo da escada ela não estava lá, e eu não estava surpresa com isso. Voltei a andar.

Ela me pegou pela mão e me levou. Eu me deixei levar e foi bom. Eu faria isso mais vezes.

Andei ouvindo as músicas que ela me passou. No início era bonito, agora nem tanto.

Estava parada no ponto quando encontrei um dos amigos dela. Ele pegou o mesmo ônibus que eu, conversamos a viagem inteira, não tocamos no nome dela um minuto sequer.

Hoje sonhei com ela. Acho que me apaixonei de novo - não sei o que fazer.

Nenhum comentário: