terça-feira, 30 de junho de 2009

black balloon makes her fly

São poucas as pessoas que entederão o alívio que estou sentindo - algo ligado ao fato de estar me livrando do que venho buscando não por mim, mas pelos outros. E não digo que estou feliz, afirmo apenas que encontrei certa paz de espírito - o que considero tão ou mais importante que a própria felicidade em si, devo dizer. Afirmo apenas que é bom tirar dos meus ombros o peso de uma dívida - meu corpo, minha mente, meu estado emocional não valem isso - que vinha me tirando o sono e servindo de combustível para o meu pânico.

Hoje eu poderia flutuar, eu poderia cantar, eu poderia compor uma música, quem sabe? E são poucas as pessoas que vão aceitar, são poucas as pessoas que vão apoiar, são poucas as pessoas que vão, de verdade, entender - o alívio, a decisão, a culpa, o medo, a paz. A essas pessoas, minha gratidão, meu coração; obrigada por tudo. ♥


Nenhum comentário: