domingo, 1 de março de 2009

but now i'm coming home

Sempre invejei a amizade entre Harry, Ron e Hermione, porque quanto mais eu conhecia a dinâmica dos três, mais eu me perguntava quais seriam as chances de se existir uma amizade daquele jeito, tão grande e tão forte, tão improvável e tão incondicional...

E então o tempo passou. E eu conheci algumas pessoas realmente queridas. E então eu percebi que não precisava mais invejar Harry, Ron e Hermione, porque tanto aqui perto quanto a mil quilômetros de distância, acabei criando grandes e fortes amizades, de maneiras definitivamente improváveis e curiosamente incondicionais.

Lolz. Eu tenho os melhores amigos do mundo. Os de perto e os de longe, fazendo planos de me surpreender com um bolo no portão de casa, ou planos de viagem. E eles são os melhores nem tanto pelo bolo em si ou pelas passagens, mas sim pelo fato deles se empenharem e se interessarem e se importarem em me fazer feliz.

Eles são minha casa. E eu sou a pessoa mais feliz, mais completa do mundo por eles me proporcionarem essa sensação, a de que eu tenho um lar pronto pra me receber - depois de muito tempo longe.

Um comentário:

May disse...

Eles são minha casa. E eu sou a pessoa mais feliz, mais completa do mundo por eles me proporcionarem essa sensação, a de que eu tenho um lar pronto pra me receber - depois de muito tempo longe. [2]

pra que comentar se a gente pode simplesmente quotar hahahaha